S2 Documentação

1.Introdução #

Introdução
XPressEntry é um valor adicionado em um sistema de controle de acesso físico existente. XPressEntry fornece ao PACS uma plataforma portátil que pode ser usada para entrada / saída, agrupamento de emergência e verificação. A maneira pela qual XPressEntry faz isso é empurrando e puxando dados úteis de controle de acesso para e do PACS. Chamamos este processo de sincronização.

Este documento destina-se a instruir os usuários sobre como sincronizar um sistema XPressEntry com um sistema S2 Netbox.

O XPressEntry é testado em relação ao S2 até a versão 4.9.12 do Netbox.

A inserção de atividades do XPressEntry para o Netbox está disponível apenas nas versões do Netbox 4.9.12 e mais recentes.

Este documento pressupõe que já existe uma configuração do sistema Netbox existente.

2.Configurando o Netbox para Sincronizar com o XPressEntry #

2.1.Ordem de operações #

  1. Configurar o Netbox para Integração
  2. Criar leitores portáteis XPressEntry no Netbox
  3. Mapear leitores portáteis XPressEntry para um portal no Netbox

2.2.Configurar o Netbox para Integração #

O primeiro passo é configurar o sistema Netbox para permitir a integração. No Netbox Controller, navegue até “Configuração> Configurações do Site> Controlador de Rede”. Selecione a guia Integração de dados.


xpressentry s2 configurou o controlador de rede

Primeiro, selecione "Ativado" na API.

Existem duas maneiras pelas quais você pode integrar dados.

  1. Nenhuma segurança (não suportada ou recomendada)
  2. Use Login username / password para Authentication
    1. Requer nome de usuário e senha de um usuário no sistema com a função Configuração do sistema.
  3. Criptografia SHA1
  4. Requer uma chave secreta de dígitos 8 e um número de sequência para estar alinhado com a mesma chave e um número de sequência no lado XPressEntry. Os dados são criptografados entre XPressEntry e S2.

Selecione o modo de autenticação que você irá implementar. Quando isso estiver configurado, selecione salvar na parte inferior.

2.3.Criar dispositivos portáteis XPressEntry lógicos no Netbox #

Essa etapa é importante se XPressEntry for usado para entrada / saída ou verificação. Um dos benefícios do XPressEntry é que a maioria das configurações pode ser feita no S2. Embora não seja obrigatório, você pode adicionar leitores lógicos que representam seus dispositivos portáteis no S2. Esses registros do leitor serão puxados para XPressEntry para você usar. Além disso, você pode atribuir essas permissões de registros de leitor lógico no Netbox que também podem ser enviadas.

O primeiro passo é criar um ou mais nós lógicos para todos os computadores de mão Telaeris.

Para cada local em que um computador de mão será usado, dois leitores lógicos devem ser criados no Netbox; um para entrada e outro para saída. Cada leitor lógico deve ser adicionado a um grupo de leitores apropriado, que deve ser atribuído ao nível de acesso apropriado.

Exemplo de configuração

criando handhelds lógicos xpressentry no netbox s2 - teclados de leitores

Criando handhelds lógicos xpressentry no netbox s2 - grupos de leitores

criando handhelds lógicos xpressentry no netbox s2 - níveis de acesso

2.4.Mapeie os leitores portáteis XPressEntry para o Portal no Netbox #

Depois que os registros do leitor portátil forem criados no Netbox, crie um portal para cada conjunto deles.


portais s2 xpressentry

O objetivo disso é associar atividades a um portal quando os dados da atividade são enviados do XPressEntry para o Netbox.

2.5.Especificações de tempo e grupos de especificações de tempo #

O software Netbox permite que você atribua um nível de acesso a um grupo de especificações de tempo ou a uma especificação de tempo para definir a hora em que uma pessoa tem acesso a um leitor. XPressEntry é capaz de ultrapassar os limites de tempo que uma pessoa tem acesso, no entanto, XPressEntry não é capaz de usar essa associação se uma especificação de tempo estiver associada a um nível de acesso. Em vez disso, deve ser um grupo de especificações de tempo associado. Essa é uma limitação atual da API e pode ser corrigida em versões futuras. Enquanto isso, em vez de selecionar uma especificação de tempo, selecione um grupo de especificação de tempo na caixa suspensa Especificação de tempo. Isso pode significar que você precisa criar um grupo de especificações de tempo para cada especificação de tempo que você gostaria de usar.


xpressentry s2 time specs e time spec groups

3.Configuração XPressEntry #

Depois que o Netbox estiver configurado, a próxima ordem do dia é instalar o software XPressEntry. Entre em contato com seu Revendedor XPressEntry para localizar o arquivo do instalador XPressEntry.

3.1.Configuração inicial #

Depois que XPressEntry for instalado, abra o software pela primeira vez como administrador. XPressEntry irá levá-lo através de uma configuração inicial. Digite um nome de empresa e adicione um administrador de sistema inicial. Por padrão, o nome de usuário e a senha do administrador do sistema são admin, admin.

Para obter mais informações sobre como configurar e configurar o XPressEntry, fora do escopo da configuração de integração, consulte o manual XPressEntry.

4.Ativar sincronização no XPressEntr #

4.1.Guia geral #

Na página Configurações, selecione a guia Geral


guia geral do xpressentry s2

  1. Defina o nível de Log como Debug ou SQL - isso permitirá que você visualize as entradas de log durante o processo de sincronização
  2. Tamanho máximo do log - 5000 ou superior
  3. 3. Max log idade 1 dia ou superior

Quando a integração estiver concluída, defina o nível de log como Crítico ou Informação, para que apenas as mensagens de erro sejam rastreadas.

4.2.Guia Perfil do Leitor #

A guia Perfil do Leitor é onde você configura as configurações do dispositivo portátil.


guia do perfil do leitor s2 xpressentry

A única mudança importante a ser feita nesta guia é garantir que o "Leitor de Porta" seja o único modo verificado em "Métodos de Validação". Selecione "Salvar" no canto superior direito quando terminar.

4.3.Guia Gerenciador de dados #

A guia Data Manager permite que você configure a sincronização entre o S2 e o XPressEntry.


guia do gerenciador de dados xpressentry s2

  1. Sistema para Sincronizar com Selecione S2.
  2. Botão Setup Data Manager - Navega para configurações específicas do S2
  3. Salvar e aplicar configurações - Salva as configurações no banco de dados a partir das configurações específicas do S2 e das configurações mostradas nessa guia
  4. Atualizar opções de frequência - define e limpa os intervalos nos quais o gerenciador de dados atualiza XPressEntry
  5. Funções de Sincronização Imediata - Inicia uma sincronização de dados imediatamente
  6. Opções de Sincronização de Atividades - Usadas para enviar Atividades do XPressEntry Handheld para o S2 como Integrar Eventos
  7. Live Log - Exibe mensagens de log ao vivo de cada sincronização de dados

4.4.Atualizar opções de frequência #

Defina a frequência de atualização para quantas vezes quiser que o sistema atualize. Cada Sync puxa informações diferentes.

  1. Full Sync- Esta sincronização vai pegar todos os registros de todas as tabelas S2 relevantes e atualizá-los no XPressEntry. Se houver um grande número de usuários no S2, essa opção de sincronização poderá levar algum tempo.
  2. Sincronização Parcial - Esta sincronização extrairá todos os registros de todas as tabelas relevantes, exceto os usuários. Esse tipo de sincronização só atrairá usuários que foram adicionados ou atualizados desde a última sincronização parcial. Como a lista completa de usuários não é obtida, os usuários excluídos não serão removidos no XPressEntry durante uma sincronização parcial.
  3. Atividade Sincronização - Esta sincronização comunica dados de atividade entre XPressEntry e S2.
    1. Sincronizar atividades do gerenciador de dados com XPressEntry - essa opção permite que o XPressEntry extraia os dados da transação que ocorrem no S2. Isso mudará a zona do usuário dentro de XPressEntry, se as zonas forem adequadamente mapeadas.
    2. Sync XPressEntry Activites to Data Manager - Esta opção permite que o XPressEntry envie as atividades do handheld para o S2.

4.5.Configurando Configurações Específicas do S2 #

Selecione “Enable Data Manager” e selecione “S2” na lista suspensa “Type”.

Em seguida, selecione “Setup Data Manager” para abrir as configurações do S2. Quando a janela de configuração estiver aberta, insira o URL do servidor do Netbox. Selecione o tipo de autenticação usado (conforme configurado no Netbox). Digite o nome de usuário / senha se estiver usando a autenticação do usuário ou a chave secreta, se estiver usando o SHA.


gerenciador de dados s2 xpressentry

Notas sobre o SHA

  1. O número de sequência em XPressEntry deve ser maior ou igual ao número de sequência exibido no Netbox. O número XPressEntry Sequence é armazenado em um arquivo de texto no seguinte local - "c: \ ProgramData \ Telaeris \ XPressEntry \ sequence.txt".
  2. Apenas um encadeamento de sincronização deve ocorrer ao mesmo tempo. Para implementar isso, selecione “Sem sincronização síncrona” na guia geral. Isso não é necessário se você estiver usando a Autenticação do usuário.

  3. xpressentry s2 sem sincronizações síncronas

5.S2 Sync Check #

O objetivo desta seção é ajudar o operador a entender exatamente quais dados XPressEntry está obtendo.

O mapeamento de cada tabela extraída do XPressEntry é mostrado abaixo.

  1. S2> XPressEntry
  2. Leitores> Leitores
  3. Níveis de Acesso> Grupos
  4. Grupos de Leitores> Grupos de Leitores
  5. Pessoa> Usuário
  6. Imagem> Imagem
  7. Credencial> Emblemas
  8. TimeZones> TimeZones
  9. Nível de acesso> Grupos Usuários

6.Configurando XPressEntry usando dados S2 #

Agora que XPressEntry contém dados do Netbox, ele precisa ser configurado para usar essas informações. Esta seção é particularmente importante para os sistemas XPressEntry Mustering. Se ocorrer uma evacuação de emergência, os computadores de mão XPressEntry podem ser usados ​​para verificar as pessoas em segurança a partir de uma lista de usuários que estão no local no momento. Para criar essa lista, os Leitores S2 devem ser mapeados para XPressEntry Doors and Zones. Dessa forma, XPressEntry pode interpretar adequadamente transações S2 e atribuir pessoas às zonas corretas.

6.1.Portas e Atividades #

xpressentry s2 portas e atividades

Como regra geral, uma porta deve ser criada no XPressEntry para cada Portal que foi criado no Netbox. Mais especificamente, uma porta deve ser criada para cada lugar que uma pessoa pode entrar ou sair digitalizando em um leitor.

  1. Zonas - Para cada porta, defina a zona inicial e a zona final. Isso irá “entrar” um usuário na zona especificada quando eles entram ou saem (ou digitalizam em leitores S2).
  2. Leitores Externos - Selecione a Entrada S2 e / ou os Leitores de Saída mapeados para esta porta.

Ex. - Um Leitor de Entrada e Saída S2 é instalado na porta da frente de um prédio, levando ao lobby. No XPressEntry, uma porta deve ser criada para esses leitores. Os campos dessa porta devem ser mostrados abaixo.
Nome da porta - porta da frente
Iniciar zona externa
Zona de Entrada - Lobby Frontal
Leitor de entrada externa (nome do leitor de entrada extraído do S2)
Leitor de Saída Externo - (Sair do Nome do Leitor puxado de S2)

Quando um usuário digitaliza no External Entry Reader, o usuário é movido da zona inicial para a end zone. Quando um usuário digitaliza no External Exit Reader, o usuário é movido da end zone para a zona inicial.

XPressEntry sincronizará atividades para S2 se essa opção tiver sido definida pelo Data Manager. Se XPressEntry estiver configurado para "enviar" atividades, ele enviará uma atividade usando o registro do leitor externo.

Ex. O portátil A é atribuído à “Porta da frente”. A porta da frente tem um leitor externo de entrada e saída atribuído a ela.

Quando o computador de mão “Entra” um usuário pela porta frontal, XPressEntry envia a atividade para o Netbox usando o Leitor de entrada externa da porta frontal. Quando o computador de mão “sai” de um usuário pela porta frontal, XPressEntry envia a atividade para o Netbox usando o leitor de saída externo.
As atividades terão a seguinte aparência em S2.

log de atividades do xpressentry s2

6.2.Mapeando Handhelds para Portas #

Os computadores de mão XPressEntry podem ser atribuídos a qualquer porta criada no XPressEntry, tenham ou não leitores externos atribuídos a eles. Para obter informações sobre como configurar o Handheld XPressEntry, consulte o Manual do XPressEntry.

Sugerir Editar